Análise laboratorial

A AGROVIN tem um laboratório totalmente equipado credenciado pela ENAC como laboratório de testes, no qual uma grande variedade de determinações microbiológicas e químicas são feitas para a indústria enológica.

Formado por uma equipe técnica altamente qualificada com ampla experiência no setor que irá ajudá-lo na interpretação dos resultados e busca de soluções para os problemas na adega.

• Maturação fenólica
• Maturação aromática

O conhecimento e a quantificação não só do teor de açúcares e ácidos, mas também da evolução dos polifenóis e precursores do aroma, permitem conhecer o momento ideal de maturação da uva.

• Fermentação alcoólica
• Fermentação malolática

A fermentação retardada ou interrompida terá graves consequências organolépticas e analíticas sobre o vinho. O estudo da cinética de fermentação, permite prevenir ou minimizar as conseqüências, fazendo os tratamentos oportunos o mais rapidamente possível.

A determinação dos parâmetros enológicas básicos em mosto e vinhos, permite ver o status ea evolução do mesmo e ainda permite prever possíveis alterações.

Para conhecer as populações de leveduras e bactérias presentes no vinho ou deve, permite prever a sua estabilidade, evolução ao longo do tempo, ajustando tratamentos e processos de filtragem, evitando riscos em vinho engarrafado.

• microoxigenação

A cor e os compostos fenólicos são, sem dúvida, um dos mais importantes aspectos organolépticas de um vinho, não só porque é a sua primeira e imediata imagem, mas também porque é um indicador de outros aspectos relacionados com o seu aroma e sabor.

Metodologia rápida e fiável. A sua quantificação permite-nos realizar um bom seguimento do processo de vinificação.

Metodologia de precisão para compostos prejudiciais à saúde do consumidor ou indicadores de alterações graves no vinho. Para muitos deles, os limites máximos admissíveis são legislados.

A presença destes alérgenos será determinada com base nos requisitos e critérios do OIV para os métodos Elisa que podem ser utilizados na detecção de proteínas com potencial alérgico: proteína do ovo e caseína (Regulamento de aplicação (UE) 579/2012).

O serviço de análise laboratorial é oferecido apenas regularmente nos mercados espanhol e português, se você estiver em outro local, entre em contato com a Delegação AGROVIN mais próxima.